SE PERMITA OSCILAR

Se permita oscilar

Se permita oscilar para perceber o que pertence a você no presente, como você está lidando consigo, com mundo e sobretudo como você está aprendendo nesse processo.

Falo isso, como quem observa as pessoas se massificando e repetindo comportamentos para uma adequação social.

Lembra-se de que o mundo não segue essa lógica pois, ele se equilibra como a natureza.

Bobagem nossa pensar que protegemos ou podemos proteger a natureza, ela se regula e adapta para onde for, o fato de que o planeta possa não ficar favorável à nossa sobrevivência não significa dizer que a natureza não se adaptou e encontrou uma maneira.

A relação deveria ser de convivência e troca.

A repetição retém a criatividade, ela enrijece o organismo, isso não significa que insistir ou tentar seja descabido.

Fazer as mesmas coisas e da mesma forma endurece e retém o sentido, ou seja, te limita e contem sua criatividade, fica difícil encontrar resultados diferentes.

A aprendizagem pela dor e sofrimento busca criatividade em superar dificuldades e suportar as adversidades, atrela o prazer sentido com a conquista e realização a dor e as adversidades.

A aprendizagem pela potencialidade permite uma criação de sentido mais fluida e em diversas direções, criar para se multiplicar em um terreno fértil, é como uma planta.     

Se permita oscilar para ser mais do que você pode ser, tomando você mesmo como medida.

E antes que este texto caduque, enquanto você lê ele não me pertence mais, ele também é seu a sua medida, ao seu sentido e entendimento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *